Mercado de produtos para acne deve crescer quase 50% até 2025

A acne é enfrentada por jovens cada vez mais cedo e a automedicação deve promover um boom nesta área, embora não recomendada por especialistas.

Segundo pesquisa da Persistence Market Research (PMR), a idade média da população afetada por problemas de acne reduziu de 14 a 15 anos para 11 a 12 anos, e cerca de 20% da população jovem sofre com quadros de moderados a grave. A realidade da automedicação deve promover um salto no mercado mundial de acne – de US$ 4,9 bilhões movimentados em 2016 para cerca de US$7,3 bilhões até 2025, um aumento de 48,98% em menos de 10 anos.

Nessa fase, com as mudanças hormonais, é comum a acne acometer de 80 a 90% dos jovens. A procura por resultados rápidos e a propaganda de produtos milagrosos encoraja cada vez mais o hábito da automedicação, resultando em complicações adicionais”, explica a dermatologista Deise Iamada, de São Paulo, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

A acne começa quando o óleo e as células mortas da pele entopem os poros, e manifesta-se principalmente na face e no tronco, áreas do corpo ricas em glândulas sebáceas. Confira a seguir algumas dicas práticas da especialista para ajudar no tratamento da doença:

  • Lave o rosto com sabonetes próprios para pele acneica pelo menos duas vezes ao dia, com água fria ou morna;
  • Não “esprema” cravos e espinhas, o que pode provocar inflamação e aumentar a cicatriz;
  • Faça limpeza de pele regularmente na esteticista para retirar os cravos e melhorar a oleosidade;
  • Use hidratantes não comedogênicos e filtros solares apropriados;
  • Monitore e evite carboidratos, chocolate, gorduras animais, amendoim e o leite e seus derivados, e consuma-os sem exageros;
  • Peelings químicos e aplicações de luz de LED auxiliam no tratamento da acne.

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s